Loading...

A MÁSCARA EM SUSPENSÃO NO COTIDIANO

OFICINAS > A MÁSCARA EM SUSPENSÃO NO COTIDIANO

A oficina propõe um espaço de estudo, investigação e vivência da máscara teatral em relação ao espaço urbano, a partir da experimentação do potencial da ficção no cotidiano da cidade. Serão abordados princípios, conceitos, técnicas e práticas sobre a relação do ator e a máscara, o jogo da máscara teatral, o espaço urbano e suas relações sociais como possibilidades de criação, a fim de explorar o uso da máscara como proposta de intervenção no cotidiano. A oficina, ministrada pelos artistas integrantes do Teatro Público, compreende atividades em sala de ensaio e nos espaços públicos dos arredores, e busca constituir um espaço de compartilhamento artístico e pedagógico da pesquisa e das principais questões que atravessam o trabalho do grupo.

Ministrantes: atores do Teatro Público (Diego Poça, Larissa Alberti, Luciana Araújo, Marcelo Alessio, Rafael Bottaro e Rafaela Kênia)
Público alvo: artistas, estudantes de artes cênicas ou interessados pelo universo da máscara no teatro.
Faixa etária: a partir de 15 anos.
Pré-requisito: disponibilidade para trabalhos corporais.
Material do aluno: roupas neutras, leves e confortáveis, e caderno de anotações com caneta.
Carga horária: 20 horas (5 encontros de 4 horas/dia)
Número de vagas: mínimo 6 – máximo 15

Espaço necessário: sala ampla, iluminada, ventilada e adequada à realização de trabalhos práticos corporais.

Necessidades técnicas:
• Aparelho de som com entrada de Auxiliar.
• 1 Arara com aproximadamente 20 cabides para colocar figurinos
• 2 mesas comuns (aproximadamente 1,0m x 1,0m)
• 1 Espelho de corpo inteiro (aproximadamente 1,0m x 0,5m) se possível

Material a ser transportado
1 mala grande (77x45x29cm) de 23 kg contendo figurinos e adereços (a ser despachada em transporte aéreo).
1 mala pequena (55x35x25cm) de 10 kg contendo máscaras (que deve ser transportada como bagagem pessoal).