Loading...

O BAILE

CRIAÇÕES > O BAILE

O Baile é um espetáculo dançante e relacional que surgiu como desdobramento do Naquele Bairro Encantado, primeira criação do Teatro Público. Numa proposta de reviver o tempo dos bailes de outrora, o público é convidado a participar de um jogo de bingo e um concurso de dança, com uma seleção musical de boleros, orquestras e canções antigas. A experiência é conduzida pelos atores do Teatro Público que se revezam entre diversas personagens mascaradas que marcam presença no evento, numa proposta a ser vivenciada em conjunto, por artistas e espectadores.

Criado em 2017 em Marliéria/MG, o trabalho é resultado de um processo que conjugou uma habitação teatral realizada na cidade, um intercâmbio com o Grupo Teatral Babilônia e uma oficina de Máscaras ministrada pelo professor Fernando Linares, em parceria com o Teatro Público. O Baile estreou em Belo Horizonte no ano de 2018, por meio do edital Cena Plural da Fundação Municipal de Cultura de BH.

Com uma linguagem e encenação diferenciada, o espetáculo explora e expande os limites do tradicional trabalho da máscara teatral, inserindo-a no cotidiano e convocando o espectador para dentro da cena. Ao jogar com as fronteiras entre ficção e realidade, O Baile propõe novas possibilidades de relação com o espectador teatral que se torna participante ativo e co-criador do espetáculo.

Sinopse: “O Baile” é um espetáculo dançante e relacional conduzido por atores mascarados em uma proposta de reviver o tempo dos bailes de outrora. Ao som de uma seleção musical de boleros, orquestras e canções antigas, o público é convidado a participar de um jogo de bingo e um concurso de dança. Atores e espectadores se misturam numa experiência em que são provocadas poeticamente as categorias de arte e vida.

— Ficha técnica

Criação e produção: Teatro Público
Atuação: Diego Poça, Eberth Guimarães, Felipe Montesano, Fernando Linares, Larissa Alberti, Luciana Araujo, Marcelo Alessio, Rafael Bottaro, Rafaela Kênia
Criação e confecção de máscaras: Fernando Linares
Arte gráfica: Felipe Chimicatti
Fotografia e vídeo: Naum Audiovisual

Registro audiovisual